domingo, 28 de novembro de 2010

RESULTADO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - 15ª ETAPA DO BRASILEIRO 2010


Boa noite, estivemos presentes na penúltima etapa do campeonato brasileiro de canto de curió praia grande em São José do Rio Preto/SP, onde centenas de pessoas se fizeram presentes, inclusive prestigiando outras modalidades e categorias de canto de passeriformes.

Anotamos a presença do Sr. Aloísio Tostes, Presidente da COBRAP, que trouxe palavras de esperança para toda a classe que anda sendo pisoteada de forma irresponsável por alguns "Zuretas" da vida, mas o bom disso tudo é que ainda há pessoas de bem no comando dos Órgãos Públicos.

A organização do SOSP (Sociedade Ornitológica de São José do Rio Preto) está de parabéns pela recepção que não me foi possível estar presente, mas soube por vários que foi realmente um show de alegria em total clima de confraternização.

Entretanto, anoto que mais uma vez as estacas dos curiós clássicos, pretos ou pardos, ficaram prejudicadas.

Isso já perdura desde 2004 quando comecei a competir em SJRP, sempre no Recinto de Exposição de Animais, local ótimo e muito espaçoso, mas lamentavelmente insistem através do tempo em colocar as estacas há uma distância de cerca 50 a 60 metros, o que fomenta a lambança.

Curió é um passeriforme por natureza territorialista, então o ouvir perto o canto de um outro da mesma espécie faz com que haja mudança de comportamento quando da sua apresentação na estaca dos 5' (cinco minutos), tendo sorte aqueles em que um deles não estava cantando, ou então os pretos que cantaram após o término dos poucos pardos que se apresentaram.

De pardo, foi extremamente prejudicado o meu curió pardo Matriz 08 que acabou prejudicando a apresentação do curió preto Federal. O meu cortando canto e dando rasgadas de nervoso, enquanto o outro entrou de carona (entrar pelo meio do canto), deu retorno de canto (defeito), coisas que segundo o proprietário, nunca tinha feito na vida.

Outro prejudicado, apesar da bela apresentação e boa colocação, foi o Campeão Brasileiro Muralha, segudo as próprias palavras do seu proprietário ao afirmar que mudou totalmente de comportamento assim que ouviu o pardo cantar, prejudicando a sua performance que poderia ter lhe rendido pela quarta vez consecutiva um primeiro lugar, contudo acabou ficando em segundo.

Por essas e outras que tomei a liberdade de anunciar que não mais voltarei a competir em SJRP enquanto alguma medida não for tomada com relação a essa séria questão das estacas dos curiós praia grande clássicos pretos e pardos, em que pese ser a localidade mais próxima da minha residência, cerca de 280 km de distância.

Lamento essa decisão unilateral da minha pessoa porque tenho grandes amigos em São José do Rio Preto, a cidade e hotel que regularmente me hospedo me agrada, além do que a SOSP sempre ao longo do tempo vem fazendo um brilhante trabalho, mas confesso aos amigos leitores que não tenho mais paciência para degustar dissabores desse tipo, levando-se em consideração o alto nível a que chegamos nos dias atuais de torneios.

Bom, como Juízes de Canto, no Praia Grande Clássico tivemos como Juiz Titular Junichi Yonemura e Juiz Auxiliar o Shigeo, enquanto respectivamente nos pardos tivemos Alexandre Scarpellini e Olívio Nishiura.

Nos curiós praia grande clássico com repetição a coisa ficou meio embolada com o líder Rio do Sul se classificando no sem repetição; vale dizer, deixou de pontuar na categoria em que está competindo, ou seja, é como se não tivesse ido ao torneio, o que é de um prejuízo imensurável num sistema em que cada ponto faz a diferença e não há descartes.


O Curió Professor passa à liderança, ficando há um ponto na frente do Curió Rio do Sul. O Curió Villa Rica com essa pontuação, permanece em 3º lugar, todavia está apenas há 03 pontos do primeiro colocado. O Curió Tira Teima permanece em 4º Lugar com os pontos conquistados, estando apenas há um ponto atrás do Villa Rica, contudo está se aproximando o Curió Muralha (Campeão Brasileiro em 2008), o que demonstra que no último torneio de Marília (05/12) do brasileiro é que as coisas realmente irão se definir e, qualquer dos quatro primeiros poderá ser o novo campeão brasileiro e detentor do Troféu Ana Dias.


Nos pardos com repetição, não tendo cantado o Curió Universo, perigosamente se aproxima o Curió Morumbi que encosta no líder, ficando quatro pontos atrás por ter neste domingo conquistado o 2º lugar nessa categoria, ou seja, mais 09 pontos a serem somados, ficando também a disputa do campeão para Marília/SP.


Nos pardos sem repetição, com o 3º Lugar conquistado neste domingo pelo Curió Lutron do nosso amigo Vitor Padovan, se somou 8 pontos para ficar com 93 ao total, sem chance de ser alcançado nos últimos dez pontos que restam pelo excelente Curió Pardo Kompressor que, igualmente ao Curió Rio do Sul, só que de maneira inversa, resolveu repetir de forma a sair de sua categoria e vencer na outra, mas como disse acima, é como se não tivesse participado da competição porque não pontuou na categoria em que está competindo, ou seja, permaneceu com seus 83 pontos, estando mais perto agora o Curió Matriz 08 que com o 5º Lugar nesse torneio, avançou mais 06 pontos para ficar com o total de 77 pontos, ou seja, apenas 06 pontos de diferença do atual vice-campeão, fato que poderá permitir uma disputa pela vaga do vicecampeonato em Marília/SP.


Assim, neste domingo, tivemos outro curió campeão brasileiro antecipado, no caso, o Pardo Lutron do Vitor Padovan que está de parabéns por sua persistência e dedicação, sendo merecida a vitória !


Vamos ao resultado abaixo:




PRAIA GRANDE CLÁSSICO COM REPETIÇÃO
COLOCAÇÃO - CURIÓ - EXPOSITOR - NOTA - PONTOS



1º - Prorrogação - Cláudio de Aquino Maioni - 7,60 - 10 p.
2º - Muralha - Israel Iraídes da Costa - 7,30 - 09 p.
3º - Villa Rica - Carlos Roberto S. Troca - 7,20 - 08 p.
4º - Tira Teima - João Baptista Alves Fraga - 7,10 - 07 p.
5º - Chão de Estrelas - Sérgio Venâncio Luiz - 7,00 - 06 p.
6º - Professor - Reinaldo Souza - 6,90 - 05 p.
7º - Embaixador - Maurício de Abreu - 6,80 - 04 p.
8º - Ouro Preto - Carlos Roberto S. Troca - 6,60 - 03 p.
9º - Bambam - Ewerton César Uzeloto - 6,50 - 02 p.
10º-Federal - Luiz Antônio Catini - 6,00 - 01 p.




PRAIA GRANDE CLÁSSICO SEM REPETIÇÃO
COLOCAÇÃO - CURIÓ - EXPOSITOR - NOTA - PONTOS



1º - Falcão - Darcio Schunck Botelho - 8,00 - 10 p.
2º - Taquari - Ayrton Assis dos Santos - 7,20 - 09 p.
3º - Apollo - Marco Antônio Pizzaia - 7,00 - 08 p .
4º - Platina - Rafael Mangia - 6,80 - 07 p.
5º - Rio do Sul - Carlos Roberto Mendes - 6,50 - 06 p.
6º - X1 - Luiz Carlos Mesquita Rosa - 5,80 - 05 p.
7º - Zeus - Fabiano Tricarico Maietto - 5,36 - 04 p.
...



PARDO PRAIA GRANDE CLÁSSICO COM REPETIÇÃO
COLOCAÇÃO - CURIÓ - EXPOSITOR - NOTA - PONTOS



1º - Kompressor - Lúcio Roberto Bergamin - 7,80 - 10 p.
2º - Morumbi - Stefano Renato Raymundo - 7,00 - 09 p.
...



PARDO PRAIA GRANDE CLÁSSICO SEM REPETIÇÃO
COLOCAÇÃO - CURIÓ - EXPOSITOR - NOTA - PONTOS



1º - Xerife Filho - Darcio Schunck Botelho - 7,40 - 10 p
2º - Parada Real - Edivar Donizete de Macedo - 6,20 - 09 p.
3º - Lutron - Vítor Padovan - 6,00 - 08 p.
4º - Pikachu - Antônio D. C. de Melo - 5,80 - 07 p.
5º - Matriz 08 - Antonio J. Pêcego (VANSIL/TECTRON) - 5,00 - 06 p.
...


Fonte: http://www.torneios.org.br/



2 comentários:

  1. Lúcio R. Bergamin1 de dezembro de 2010 05:39

    Olá amigo Pêcego!! Gostaria de agradecer aos comentários que fez sobre o Pardo Kompressor, vc mesmo viu que é um passaro quem vem crescendo durante toda a competição, o que foi mais triste pra mim até agora durante toda a temporada é ouvir comentários tipo será que o Kompressor é o mesmo desde o inicio, será que não era outro pardo!! até o anel dele foi verificado, dizem que foi sorteio!!rsrs como isso deixa a gente chateado, pois eu sempre conheci a genética dele e sabia que ele tinha potencial para melhorar, vc mais que ninguem sabe o quanto um mantenedor se aplica para ver seu passaro melhorar a cada etapa!!mas deixa isso pra lá!!!

    1 grande abraço

    Lúcio Bergamin

    ResponderExcluir
  2. Lúcio, não fique chateado meu amigo, com certeza tal comentário surgiu, digamos, da melhora grande que o Kompressor teve. Por exemplo, quem o viu e ouviu cantar em Ourinhos, não imagina que seja o mesmo pássaro que está se apresentando ultimamente, mas se de fato, se prestar atenção nos detalhes, chega-se a conclusão que é o mesmo curió. A melhora foi grande demais, daí assustou alguns concorrentes..rsrsrs...mas pardo é assim mesmo, além do que, quem não deve não teme, o importante é estar com a consciência limpa.

    É sempre assim, muitos torcem para o nosso sucesso e outros para o nosso fracasso. Vc já parou para analisar quanta "zica" deu em apresentações do Matriz 08, depois que ele se destacou, como no CUBIVALE, em ARARAQUARA e agora em SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ? Teve dois torneios que não cantou (Curitiba e Jundiaí), sendo que em ambos viajou, chegou e amanheceu bem, cantando bonito, inclusive no carro...vai entender ?? Só pode ser o tal de "olho gordo" que dizem que existe e fica só na espreita...kkkkk....afinal, no meu caso, as conquistas consecutivas há cinco anos incomodam os pobres de espírito, os invejosos, mas fazer o quê, é o ser humano que em alguns seres apresenta esse desvio de comportamento social.

    Temos que continuar a trabalhar, acreditar e respeitar os concorrentes que as coisas acontecem naturalmente, mais cedo ou mais tarde. abração,

    ResponderExcluir