quinta-feira, 7 de maio de 2009

ECTOPARASITAS - I


Prezados,

Constantemente vemos um ou outro colega envolvido com problemas com parasitas de diversos tipos em seu plantel, ou mesmo em seu pássaro de torneio ou não, por isso resolvemos trazer à colação os ensinamentos da renomada Dra. Stella Maris Benez (Aves - Criação - Clínica - Teoria - Prática - silvestres - ornamentais - avinhados. São Paulo: Robe, 1998, p. 352-56), dividindo a matéria em algumas postagens, evitando-se assim um texto muito longo e cansativo para vc leitor e interessado, mas concentrando-me no ácaro.

Boa leitura !

"Os ectoparasitas são parasitas que se localizam apenas na superfície do corpo da ave, seja na pele ou nas penas. Alguns podem adentrar o pavilhão auricular e narinas apenas por serem cavidades naturais e quentes, e traquéia e sacos aéreos por serem continuidade das vias respiratórias, mantendo fácil contacto com o meio externo. Estes parasitas podem ter grande influência na transmissão de doenças das aves.

São apresentados em dois grupos de artrópodes que vivem fora do corpo da ave e se alimentam nela:

1. os ácaros: ácaro vermelho, ácaro do canhão das penas, ácaro das bárbulas e plumas, sarna Knemidokoptes e ácaros dos sacos aéreos.

2. os piolhos de variados tipos.

Os parasitas podem causar:

1. anemias por perdas consideráveis de sangue que estes extraem do organismo da ave.
2. reações de excitação e nervosismo.
3. alterações no empenamento.
4. úlceras de pele.
5. queda de plumas.
6. aspecto feio e perda de brilho.
7. deficiência no canto.
8. deficiência na cor.

ÁCARO DO CANHÃO DAS PENAS:

Denominado de Syringophylus bipectinaus possuindo 0,7 mm de tamanho, que se localiza nas plumas alares ou caudais. Dentro dos canhões nutre-se de escamas, sangue do próprio canhão em desenvolvimento. Como as plumas perdem seu meio normal de nutrição, apresentam aspecto feio, com perda de brilho e partes de sua estrutura, são frágeis e de fácil fratura, ou queda. As aves ficam excitadas, picam a base das pernas, e as vezes as arrancam, trazendo muito mal estar. O tratamento é a base de medicação externa, pouco eficaz. A melhor medicação é a aplicação injetável de Ivermectina diluído na dose precisa para cada ave."

NOTA PESSOAL: Temos utilizado com amplo sucesso para o tratamento contra qualquer parasita interno ou externo o IVOMEC EXCLUSIVO PARA CARNEIROS que é com uma concentração menor de Ivermectina, precisamente 0,08% contra os tradicionais 1,0% dos demais produtos da Ivomec. O rótulo é verde e vem expressamente escrito a porcentagem do princípio ativo. Para parasitas externos, coloca-se por sete dias consecutivos uma gota em 100 ml de água filtrada na banheira, retirando-a logo após o passeriforme se banhar. Para parasitas internos, temos adotado com sucesso um gota desse produto em 50 ml de água filtrada ou mineral no bebedouro por sete dias, fornecendo ao final por cinco dias o Mercepton Oral/Avícola na proporção de quatro gotas para iguais 50 ml de água no bebedouro, uma vez que esse produto é conhecido como eficiente Antitóxico e desopilador do fígado, ciente que a metabolização da ivermectina ocorre no fígado do passeriforme. Temos adotado há tempos esse procedimento, quando necessário com amplo sucesso nos curiós pardos ou pretos, sem qualquer sequela, mas há necessidade de ser o exclusivo para carneiros, produto difícil de achar no mercado. Essa nota é válida para as demais postagens a seguir sobre o tema ácaro.

25 comentários:

  1. Caro amigo Pêcego tenho um curio que irá completar 7 meses em 23/05/09 ele foi adquirido do criadouro mineirinho do seu dimas de pouso alegre é filho do Taj Mahal com Paloma, gostaria de saber se ja posso comecar o manejo visando os torneios que se inicia em agosto do corrente ano, caso positivo como seria esse manejo.

    Um Grande Abraço

    ResponderExcluir
  2. Caro Antonio!!
    Uma duvida, considerando que o Ivomec, mesmo este 0,08 , quando o passaro for tomar banho e ira tomar agua tb!!!! isso nao irar fazer mal a ele???

    ResponderExcluir
  3. Olá, Marcos. Tudo depende de como estiver o desenvolvimento do canto desejado. De qualquer maneira, em regra, para ter o curió inteiro para a temporada toda, costumo começar a mexer com ele somente 30 dias antes do início, deixando que ele cresca com o desenrolar das competições, do contrário corre-se o risco dele fazer a muda antes do tempo desejado.

    Olá anônimo, desculpe-me mas não sei o seu nome. Veja bem, condicionei os meus curiós a colocar a banheira, tomarem banho e logo em seguida tiro a banheira. Tenho visto que curió que bebe a água da banheira é porque ela fica muito tempo na gaiola ou porque está começando a aprender a tomar banho e está desconfiado, mas de qualquer maneira tudo bem, pois se eventualmente ingerir nessa proporção (1 gota p/100 ml de água) a dosagem será muito baixa e estará ajudando a eliminar os parasitas internas que possam existir, afinal o banho com esse produto é só por 7 dias. Faço há anos com pardos e pretos de minha propriedade e não tenho qualquer problema, muito pelo contrário, só soluções, mas há de se seguir as medidas à risca. Abraços,

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Pêcego pela sua atenção dispensada em tirar minha duvida. tenho certeza que sua orientação vai ser de grande valia para o manejo do meu curio.
    Muita saúde e paz

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Pêcego pela sua atenção dispensada em tirar minha duvida. tenho certeza que sua orientação vai ser de grande valia para o manejo do meu curio.
    Muita saúde e paz

    ResponderExcluir
  6. esse ivomec para carneiro tem eficácia nas aves que arrancam as proprias penas?

    ResponderExcluir
  7. Anônimo, há experiências comprovadas de sua eficácia nas aves que arrancam as próprias penas, mas obviamente em se tratando da causa relacionada a ácaro e/ou piolho, ou seja, parasitas, não acreditando que vá solucionar em se tratando de desvio de comportamento ou fungo. Abraços,

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Sr. Antonio,esse pássaro que arranca as próprias penas é um coleiro muito bom que tenho,mas acredito ser desvio de comportamento, só que as vezes ele fica tão irritado e inquieto. O fato agora é que os canos que vão nascendo ele vai comendo a alimentação dele agora é a base ração estruzada, verduras e frutas mas não ta adiantando. Abraços Sr.antonio.

    ResponderExcluir
  9. Boa noite, digamos, não custa tentar fazer o tratamento. Olha, particularmente recomendo um exame de fezes em local especializado que vise detectar a existência ou não de fungos. Há uma simpatia que no passado utilizei no curió que deu certo, que é colocar um barbante embebido em sal grosso preso na gaiola, na lateral, junto ao poleiro superior. Boa sorte !

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde Sr.Antonio vou me informar sobre esse exame, essa do barbante já tentei não deu certo, mas será possivél, essa coceira ser causada por algum fungo?Sr. Antonio muito obrigado pela atenção, um grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. Ivan, acredito que sim, tanto que o Curió Pardo Brilhante que foi o 3º Colocado no Brasileiro no Com Repetição, depois de Campinas saiu de cenário,entregando a liderança do campeonato porque estava arrancando as penas das costas e foi detectado em exame de fezes específico que estava com levedura (fungo) que causa às vezes essa irritação na pele que causa coceira. Com o tratamento ficou tudo bem. Pode não ser o seu caso, mas pode ser não é, por isso procure um veterinário de sua confiança. Sucesso !

    ResponderExcluir
  12. Boa noite Sr.Antonio, sera que Sr. poderia me orientar, tenho um coleiro que está evacuando agua pura faz tipo um es esguicho e bebe muita agua, na verdade o comprei para tentar cura-lo, já que seu ex dono não se importava, por vavor se puder me ajudar ficarei muito grato. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  13. Olá Anônimo, não sou médico veterinário, e o ideal é que vc procure um com especialização nessa área, mas na falta, pelo que relata, diante da experiência hodierna de criador, se trata de um caso URGENTE que reclama tratamento para ontem, já que posso estar falando com vc e ele já ter falecido por desidratação. Entre com um antibiótico humano que tem como princípio ativo a amoxilina 500 mg, podendo ser o Amoxadene, colocando uma cápsula no bebedouro de 50 ml até cessar a diárreia. Não forneça pepino e verduras, em especial alface que é a grande causa dos desarranjos. Deixe-o com as sementes e lhe forneça milho verde que é fonte de energia. Deixe-o em local arejado e, se possível, coloque um aquecedor próprio que se vende em lojas de pet para pássaros, mantendo-o aquecido em meia capa de gaiola. Junto com o antibiótico, pode fornecer, como coquetel, já fiz isso com sucesso, o hemolitan pet (uma gota para 50 ml) e o Aminostresse (três gotas para 50 ml) que ajudará a mantê-lo hidratado. Dê banho de sol, com gaiola na mão, por cerca de cinco minutos, mas tem que ser antes das 10:00 horas, quando há incidência dos benéficos raios ultravioletas, porque o sol é fonte de energia e sintetiza a vitamina D. Sucesso e que Deus te abençõe ! Nos mantenha informado.

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Sr.Antonio, por coincidência tenho amoxilina em casa e já comecei a usar e digo também, segundo seu ex dono faz quase um ano que ele está assim, não sei como aguenta.Sabe Sr.Antonio, em outra ocasião falei-lhe sobre um coleiro que arrancava as penas e se coçava muito lembra? melhorou 90% com killol no banho e aminoácidos, mais uma vez muito Obrigado e bom fim de semana,Ivan Goulart Tubarão SC.

    ResponderExcluir
  15. Ivan, e aí meu amigo, no que deu o tratamento ?

    ResponderExcluir
  16. Muito boa noite Sr. Antonio, infelismente, o tratamento com amoxilina não curou,então, entrei em contato com o Dr.Felipe Bath,e ele me sugeriu exame de fezes, fiz prontamente e a surpresa, sem vermes nem coccidiose, e sim muito ácaro, então me passou tratamento com kiil red, mas, tá no fim do tratamento e não deu certo,segundo ele o pássaro se cosça, engole os ácaros, e espele nas fezes,Sr. Antonio, muito obrigado pela sua atenção e preocupação, vou mante-lo a par da situação sobre qualquer novidade ok. muito grato mesmo, abraços, Ivan Goulart, Tubarão SC.

    ResponderExcluir
  17. Ivan, diante do seu relato, tomo a liberdade de sugerir a vc a utilização do Ivomec Exclusivo para Carneiro, mas tem que ser esse, com esse nome porque a concentração de Ivermectina é menor do que aquele usado para suínos, equínos, bovinos. Ele tem rótulo verde e vem inserido que a concentração de Ivermectina é de 0,08% contra os 1,0% do Ivomec comum. Não é fácil de achar esse EXCLUSIVO PARA CARNEIRO, mas acha. Forneça na água de beber, uma gota em 50 ml de água medidos durante sete dias, trocando todo dia a água. Cumulativamente, coloque banheira com uma ou duas gotas do mesmo Ivomec para 100 ml medidos, durante os mesmos sete dias, podendo ser cumulativo o tratamento. A Ivermectina elimina parasitas internos e externos, e o acáro, seja ele qual for, é um verme ou parasita. Já utilizei várias vezes em curiós pardos e pretos com sucesso sem qualquer problema na sua saúde. Após o tratamento, para desopilar o fígado, é recomendável que forneça o Mercepton Avícula ou Oral que é um antitóxico, por cinco dias, com cinco gotas para 50 ml diários. Vale a pena conferir ! Sucesso !

    ResponderExcluir
  18. Boa noite Sr. Antonio, o tratamento com kill red sugerido pelo veterinário não deu resutado, então, comprei o ivomec para carneiro, e fiz aquela dica que voce me passou, também não deu resutado, então o veterinário pediu que eu fizesse um exame de cultura e antibiograma que apresentou uma bactéria chamada klebsiella spp, aí me passou tratamento com antibiótico 30 dias, e umas homeopatias 60 dias, vamos torcer pra que funcione. Grande abraço Ivan.

    ResponderExcluir
  19. Ivan, obrigado pelo retorno que demonstra o quanto é importante procurarmos sempre um médico veterinário. Sucesso !

    ResponderExcluir
  20. Boa noite tenho um filhote de 7 meses foi encartado viu te teu até os 35 dias de lá pra cá continuei com o mesmo canto no timer,não usei caixa acústica deixei o mesmo ne uma sala sem interferencia de canto de outros pássaros após a muda começou a cantar muito mais ainda não definiu o viu te teu! como sou novato com filhotes gostaria de saber se ele está muito atrasado ou está no prazo!
    antecipadamente grato!!!
    abraços!!! G.Leite

    ResponderExcluir
  21. moro em salvador e estou querendo compra um filhote de curio tem alguem que possa entra em contato cel/82655297

    ResponderExcluir
  22. G.Leite, é difícil responder com os poucos dados fornecidos, mas há muitos que são tardios no aprendizado, sendo que está no prazo ainda, mas o mais importante é a qualidade da gravação do que ele está ouvindo, se está na frequência certa, porque o quê os nossos ouvidos não captam, os deles captam. Certifique-se da qualidade da gravação e do falante utilizado. abs,

    Anônimo, oriento o amigo a procurar neste nosso blog o Cadastro Nacional dos Criadores de Curió que postamos antes do segundo semestre deste ano, sendo que a segunda edição ocorrerá no final do ano. Vale a pena conferir !

    ResponderExcluir
  23. tenho um trica ferro e ele esta arrancando as penas oque eu posso passar nele

    ResponderExcluir
  24. Boa noite Antonio,o procedimento com Ivomec de carneiro tem uma frequencia para ser aplicado uma vez por ano,quando o passaro começar a mexer na pena ou seja gostaria de saber como prevenir,desde ja agradeço pela atenção.

    ResponderExcluir
  25. Bom dia, será que alguem pode ajudar? Meu curió estava com a unha comprida e ficou com o dedo traseiro preso na vareta da gaiola e acho que teve uma forte torção pois esta defendendo a patinha tipo uma garça só com um pé no poleiro gostaria de saber se existe algum antinflamatório que possa ser dado a ele. Obrigado. Meu nome é Jose Roberto

    ResponderExcluir